caparelatorio

O ano de 2017 se apresentou muito preocupante, com a agenda de retirada de direitos e de reforço do conservadorismo atingindo também os meios de comunicação. A concentração midiática e o cerceamento à liberdade de expressão comprometem a fragilizada democracia brasileira, deixando ainda mais incerto os rumos políticos que o país irá tomar.  Os artigos contidos nesse relatório buscam trazer um panorama do que aconteceu em 2017 no que diz respeito, principalmente, a não garantia do direito à comunicação. Também possui uma série de recomendações para contribuir com a luta pela efetivação da liberdade de expressão e de informação, visando a uma comunicação diversa, representativa e democrática para todos e todas os/as cidadãos/ãs deste país.

Baixe o PDF